<$BlogRSDURL$>

segunda-feira, março 08, 2004

Pelican : "Australasia" (Hydra Head)



Os Pelican são quatro senhores de Chicago, e mostram neste magnífico album de estreia com se pode fazer metal instrumental (ou simplesmente instro-metal, como aparece na publicidade ao album) cheio de emoções e inteligência.
Editam na mesma editora dos ISIS, é o próprio Aaron Turner que lhes desenha o layout dos cds, mas as comparações devem ficar por aqui.
Três dos quatro elementos do grupo pertenciam a um grupo de grindcore chamado Tusk, e isso nota-se nos seis temas que preenchem os 50 minutos do album. Há aproximações a Carcass, a Godflesh ou mesmo os Paradise Lost de "Icon". No entanto o som das guitarras é algo "abafado", dando a idéia de ter algo a ver com o stoner-rock.
Mas mais do que a forma, o conteúdo é o que realmente faz com que os Pelican se distingam de tudo o resto. Emitem torrentes de emoções, ora com a lentidão de um tanque de guerra após a batalha, ora com a rapidez e elegância de uma ave de rapina. Música para complementar paisagens (experimente-se ouvir este album em viagem), com melodias cinemáticas, cheia de pormenores e variações que nunca deixam que a monotonia se instale.
Um disco a ouvir com urgência. Sinto-me tentado a compará-los com os Mogwai ou Godspeed You! Black Emperor, apesar de estarmos a falar de estilos algo diferentes. No entanto, cá vai:
Em relação aos primeiros, os Pelican estão num campeonato distinto, e quanto a mim superior. Mesmo ouvindo-se o quinto tema do album (uma gema acústica com o que os Pelican chamam uma "singing saw", uma serra tocada com um arco de violoncelo), este é superior a qualquer dos temas do último album dos Mogwai, "Happy Songs For Happy People"
Em relação aos gy!be, têm também a capacidade de transmitir as mais variadas emoções. Em contraste, os Pelican são mais subtis, tendo em conta que não necessitam do esquema "vai acima e vem abaixo" para obterem resultados semelhantes ou mesmo superiores.

Podem ouvir um excerto em mp3 do primeiro tema do album em:


Comments: Enviar um comentário


referer referrer referers referrers http_referer

This page is powered by Blogger. Isn't yours?