<$BlogRSDURL$>

segunda-feira, outubro 25, 2004

Ten And Tracer : "Companion"(U-Cover 2004)


Passados dois anos sobre o album de estreia, o americano Jon Cannup regressa às edições, outra vez na (cada vez melhor) editora belga U-Cover.Este album denota uma significativa evolução em relação ao anterior "An Hour Brighter" (ver crítica neste blog). Principalmente é mais complexo, aprofunda as idéias de melancolia e imersão num mundo infantil, de cores e sorrisos. No entanto, aqui são apresentados temas mais escuros, mais introspectivos. Como se nos fosse apresentado um universo de fantasia, povoado por pequenas criaturas, e pudessemos acompanhar (terá o nome do album a ver com este "acompanhamento"?) o seu crescimento e sobrevivência.
Ouça-se "A Strange World For Milo And Tock". Apetece fechar os olhos, deixar o nosso
mundo desaparecer e ser absorvido pelo estranho mundo que nos é apresentado. Logo de seguido ficamos a conhecer "A Creature Called Fire", a escuridão adensa-se, nuvens negras cobrem o céu, os nossos pequenos heróis tremem. Passados alguns temas, aparece a "Harold's Quiet Adventure", que poderia ser Boards Of Canada vintage, mas é na realidade Ten And Tracer extra-vintage. Os britânicos BOC que se cuidem!
As aventuras continuam, até aos três temas finais, três excelentes remixes de Ontayso, Helios e Kettel. Excelente maneira de terminar o cd, visto que estas re-interpretações não destoam do mundo apresentado por Ten And Tracer. O tema de Ontayso são 10 minutos de estranho ambient, Helios apresenta-nos as vozes desses pequenos habitantes, enquanto Kettel aposta numa peça de extrema melancolia.
Muita atenção aos discos deste ano de Helios (na Merck) e Kettel (na U-Cover).


Comments: Enviar um comentário


referer referrer referers referrers http_referer

This page is powered by Blogger. Isn't yours?