<$BlogRSDURL$>

quarta-feira, dezembro 08, 2004

Bitcrush : "Enarc" (2004, Component Records)



"Enarc" é o primeiro album de Mike Cadoo sob o pseudónimo Bitcrush. Cadoo é um dos elementos do duo Gridlock, é patrão da editora N5MD (casa de Proem e Quench, só para citar dois nomes) e ainda está por trás do projecto Dryft. Pode, aliás, ser traçada uma linha que começa no mais recente lançamento como Dryft - o EP "The Mytotyc Exyt" de 2002, que passa pelo último album dos Gridlock ("Formless" de 2003) e termina neste novo "Enarc".
Há aqui elementos comuns à música dos Gridlock, as texturas emocionais de sintetizadores que ficam predominantemente sob ritmos ora esmagados ora destendidos, ambientes fumarentos e futuristas. Mas há mais. Neste album temos baixo tocado ao vivo, que em alguns temas nos remete para Joy Division ou A Certain Ratio, e algumas explorações com guitarras que lembram o shoegazing dos Seefeel ou My Bloody Valentine. Também anda por aqui muita da electrónica mais suave, desde Arovane, Múm ou Proem, algumas pitadas de indietrónica e momentos de drum'n'bass mais duro e breakbeat, que remetem para o primeiro album como Dryft, "Cell" de 2000. Como surpresa, tem uma faixa escondida ("Saturday's Ghost") praticamente sem electrónica, um tema rock muito shoegazing, que resulta excelente.
É um album muito bom, com melodias que apaixonam, ao mesmo tempo que nunca se deixa cair na lamechice. O tema "Eye Koto" é um bom exemplo disto, sendo que chega mesmo a aproximar-se das últimas explorações hip-hop de Dj Krush. Há sempre uma nota de melancolia, mas ao mesmo tempo um sentimento pop que agarra o ouvinte e faz parecer tudo familiar. Curioso, sem dúvida.
Mike Cadoo refere-se a este disco como uma espécie de resumo de tudo o que fez até 2004, uma foto do seu percurso e do sítio onde está hoje. Penso que consegue chegar mais longe que isso, e deixa água na boca para o próximo album, que segundo o seu site está para breve, já tem nome ("Shimmer and Fade") e até capa.
Finalmente, há um mp3 do tema "Eye Koto" para ouvir aqui.

Comments: Enviar um comentário


referer referrer referers referrers http_referer

This page is powered by Blogger. Isn't yours?